sexta-feira, 7 de maio de 2010

Uma Boa-Nova



Passaram anos de vida...


Passaram sorrisos e olhares que ficaram gravados na minha mente como forma de sobrevivência, para que a minha alma continuasse a arder, para realizar o que mais queria atingir.


Correu-se muita tinta, muitas lágrimas, muitos orgulhos, muitas desilusões e uma só certeza: o meu desejo tinha que ser observado pelos que buscam a felicidade, para que também sentissem a necessidade de expressarem o que realmente os fazia voar.


A minha juventude, condicionada pelos problemas que carregava, fez com que a solidão invadisse o meu corpo, a minha mente. E a única forma de me expressar, para não cair em tentação, foi a escrita.


Com papel e caneta, dei espaço à imaginação, ocupado pela solidão, que acabou por desaparecer, e escrevi sobre mim mesmo.


Desabafava como nunca desabafei.


E foi desde aí, que me tornei Filho de Liberdade, capaz de enfrentar tudo, até mesmo, os olhares atentos.


Tornei-me um pássaro que voa no céu azul, que tanto ambiciono atingir, tornei-me em pedaços de amor conjugados, tornei-me aventureiro, tornei-me filho de mim mesmo.






Libertai a felicidade


E que toquem os sinos de Portugal.


Cantai hinos


E espalhai a liberdade!








FILHO DE LIBERDADE




RUI VILARINHO






BREVEMENTE!

4 comentários:

  1. PARABÉNS!

    Conseguis-te o que querias.
    Escolhe o teu caminho pois só a ti te compete fazê-lo.
    Adorei os poemas.

    Beijinhos
    Gostei de te conhecer
    Carla Martins (10/05/2010)

    ResponderEliminar
  2. Pouco te conheci... é verdade, Rui! Mas desde logo senti algo no teu olhar, uma estranha empatia que perseguia os teus passos, por mais espaçados que fossem, mas infimos que se manifestassem... Agora percebo esse sentimento, empatia, olhar! Fico feliz que sejas filho da Liberdade, filho do mundo, da paz, que te estejas a encontrar. És um felizardo, nem todos conseguimos essa libertação... eu ainda não a consegui por mais que o desejo resida em mim.. Quanto a mim, serei uma seguidora da tua liberdade e da familia que com ela vais criar..
    Felicidades, Rui!
    Beijos
    Joana Valença

    ResponderEliminar
  3. K cena macabra... lindos como os outros e concerteza como todos os k virão !!
    Mts parabéns, espero que alcances tudo o k desejas e tudo o que planeares no caminho desta estrada... que é a vida.
    Espero que sejas sempre iluminado por este "poder" para que nos possas transmitir sempre esses sentimentos que te envolvem e que nos fazem sentir bem quando os lemos.
    ... mais palavras para quê...
    MUITAS FELICIDADES
    Beijinhos
    LiLi

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar